Quem são os especialistas colaboradores CasAzul?

Uma Associação sem fins Lucrativos precisa de gestão eficiente e comprometida com propósitos. Atuar como promotora da humanização da área da saúde é um  objetivo nosso e portanto requer apoio de uma equipe de especialistas da saúde atuantes dia-a-dia em hospitais lidando com pacientes em tratamento. 

Fazemos da teoria uma prática constante em nossos projetos. Pessoas de ação, com o olhar no ser  humano de forma antroposófica são as que reportam os resultados almejados da associação.

O acompanhamento de um especialista é essencial para  a construção de nossos projetos, para que tudo siga um protocolo e tenha fundamentos teóricos e práticos.

Contamos atualmente com diversos colaboradores nas áreas de psicologia, terapia ocupacional, oncologistas, gestores médicos hospitalares e dermatologia. Todas  trabalham com foco na humanização nos tratamentos hospitalares e são os responsáveis por receber e dar o encaminhamento do Projeto Bonecar nos hospitais atendidos pela Associação CasAzul. 

Dayane-Especialistas-Colaboradores-CasAzul

“Acredito que é a coisa mais importante hoje na àrea da saúde. É tratar o outro com empatia.”, comenta Dra Dyana Graziela Calijurio Kavaliauskas do Hospital do Rim – “É utilizar as técnicas…. As bonecas são ferramentas extremamente poderosas, porém se apenas entregarmos às crianças, serão mais um boneco na caixa ou prateleira. O especialista faz dessa ferramenta uma oportunidade de comunicação, informação, discussão, compreensão e vínculo… é tocar o outro com profissionalismo.”

Os resultados de nossos projetos, em especial o #ProjetoBonecar são unânimes, como relata nossa colaboradora Dra. Janaina Xavier de Andrade dos Santos, Especialista em Psicologia e Saúde.

 

“É um projeto de doação, proposta de trabalho, idealização e singularidade… No HCor tratamos de crianças portadoras de cardiopatias congênitas, que devido a cronicidade da patologia, são submetidas a hospitalizações e intervenções cirúrgicas diversas e a boneca chega para agregar valor simbólico, pois diz de uma condição igual a dela.

Janaina-Especialistas-Colaboradores-CasAzul

“A Doutora completa que a   boneca viabiliza o brincar e consiste para a criança no resgate de conteúdos saudáveis, mobilizando a compreensão de que ela não está só e que faz parte de um grupo de pertencimento (a boneca tem a mesma marca – incisão cirúrgica – que ela). 

Na Primeira Infância observa-se ainda, que a boneca pode significar um objeto transicional, que propõe-se a substituir a presença materna e tem efeito organizador auxiliando a criança a lidar com a angústia e frustração.

Dra. Giovanna Ferfoglia, psicóloga Junguiana e Psicologia Hospitalar, que felizmente se voluntariou em nossa Associação, ao perguntarmos para ela a importância da psicologia nos tratamentos humanizados reporta:

Giovanna-Especialistas-Colaboradores-CasAzul

“É dar voz a subjetividade… É acolher e ter escuta qualificada, de forma que auxilie o paciente a elaborar seus sentimentos, mas que também atue junto com a equipe para trazer uma proposta humanizada. A humanização dos tratamentos deve ser uma prática de todos os profissionais de saúde.”

 Entrevistamos para esta matéria nossas especialistas colaboradoras  em psicologia hospitalar. A Associação CasAzul tem ao seu lado grandes profissionais que atuam nos maiores e mais respeitados hospitais e instituições de São Paulo Santa Casa, Hospital do Rim, Incor, Instituto da Criança, Itaci, Graac, Samaritano. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em nossa Newsletter

Ao Inscrever-se você concorda com a Política de Privacidade, onde descrevemos como são tratados os dados enviados por você.

Para o topo